Fábula: a lebre e a tartaruga

Fábulas e brincadeiras

Quando criança eu escutava essa fábula e sempre ficava imaginando como uma tartaruga podia ganhar de uma lebre. Na minha cabeça era impossível e a história era boba. Mesmo tendo a tal da moral lá e tudo. Eu achava que era uma bobagem. Por dias essa imagem ficou na minha cabeça. Até que um dia eu entendi como isso podia ter acontecido e o que era de fato a moral da história e a ideia de quem a escreveu.

Descobri o que era uma fábula e consegui transportar isso para as diversas fases de nossas relações humanas. Foi muito legal esse clique. A cabeça de uma criança é um labirinto com diversas saídas. Talvez eu fosse muito lenta. Mas o meu imaginário me levava longe.

Compre online as fábulas de Monteiro Lobato!

 

*Ideias e sugestões

*as ideias e sugestões abaixo podem ser adaptadas para qualquer língua alvo. O objetivo é sempre fazer da leitura algo que se conecta significativamente com o mundo da criança. Com as coisas que ela pode ver, ouvir e tocar. Para versão em inglês clique aqui.

Idade: 3 a 6 anos

Apelo: fábula. Animais como personagens. Fantasia e reviravolta. Humor.

Para fazer entre quatro paredes

Vocabulário:

  • substantivo comum (animais: lebre e tartaruga) – faça um jogo de forca com as palavras antes de contar a fábula. Diga apenas que são animais. Para crianças alfabetizadas. OU encha um balão com as letras de uma palavra (lebre) separadas e outro balão com as letras da outra palavra (tartaruga). As crianças tem de correr estourar o balão, formar as palavras e pegare a figura correspondente. Se tiverem se alfabetizando, entre na brincadeira com elas. AINDA, encha uma bacia com espuma e jogue letrinhas de plástico ou EVA lá dentro. Deixe a criança se divertir tentando achar as letrinhas.
  • adjetivos comparativos opostos (rápido-lento, longe-perto, sonolento-esperto) – Cante uma palavra bem alto e peça para as crianças correrem para o círculo onde está o animal com a característica cantada OU cante uma palavra e as crianças devem cantar o oposto da palavra e correr para o círculo onde está o animal ou a figura com a característica oposta.

Letras e sons: consoantes L e T ; vogais A e E. Leve massinha de modelar com palitinhos (sem pontas) para as crianças. Peça para elas desenharem as letras e colocarem as figuras dos animais ao lado delas. OU peça para elas apenas formarem as letras. OU AINDA você pode fazer como sugerem as atividades nas imagens aqui no pinterest e aqui

Número: 2(dois animais) e 4 (quatro patas) – pergunte para as crianças que animais com 2 patas elas conhecem e que animais com 4 patas. Elas tem de ser rápidas. Peça para elas colorirem os seus favoritos. Faça um poster com a imagem de animais com duas e quatro patas. Dê à criança palitinhos de picolé para ela colocar a quantidade certa de palitinhos ao lado dos animais. (animais bípedes aqui)

Cores: cores quentes x cores frias: a cor dos animais (tartaruga – verdes claro e escuro; lebre-marrons claro e escuro). Descubra mais e explore essa ideia com seus pequenos aqui. Faça dois círculos no chão e ponha o desenho de um floco de neve num e de uma fogueira noutro. Distribua miniatura de animais dessas que vendem em lojas de departamentos e brinquedos. Peça para as crianças colocarem os animais nos círculos de acordo com suas cores; OU cante o nome de um animal e peça para as crianças correrem para o círculo onde o animal deve estar de acordo com sua cor. PARA OS BEM PEQUENINOS dê a imagem dos animais com suas cópias para colorir em outro papel. Deixe-as colorir igual à imagem colorida.

Desenhos e formas:  aprenda desenhar a lebre e a tartaruga e surpreenda seus pequenos. Faça um jogo do adivinha que bicho é.

Curiosidade: lebres não são coelhos. Pesquise a diferença com seus pequenos aqui na britannica online..

Ciência: mamíferos (lebres e coelhos) versus répteis (tartarugas). Distribua massinhas de modelar e peça para as crianças esculpirem seus mamíferos e répteis favoritos.

Geografia: onde vivem as tartarugas? E as lebres? Convide os pequenos a darem seus palpites e fazerem uma pesquisa rápida para ver se estavam certos.

Para além dos muros

Realize: faça um passeio ao zoológico para encontrar esses animais. Convide as crianças a perguntarem a seus próximos (na escola, no zoo ou em casa) quem já viu de perto, tocou ou comeu uma lebre ou uma tartaruga.

Artesanato-craft: tartarugas com garrafas pet  para fazer no quintal de casa com os pequenos, ou no parque (pátio) da escola ou na área livre do condomínio. Fazer e expor. Ou ainda, faça como na figura ao lado.

Como nos velhos tempos: para liberar de vez a energia da criançada

Brincar de *CABRA CEGA (que nesse caso será A LEBRE CEGA)

a lebre cega
brincadeira de roda “a lebre cega”

Um grupo dá as mãos e forma uma roda. Escolhe-se a A LEBRE CEGA, que ficará no centro da roda. A A LEBRE CEGA tem seus olhos vendados e uma pessoa a rodará 25 vezes, fazendo com que ela fique zonza. A função da LEBRE CEGA é pegar uma pessoa da roda, que estará em movimento, e dizer seu nome.
Lembrando que em nenhum momento os componentes da roda podem soltar as mãos. A pessoa que foi tocada pela LEBRE CEGA é obrigada a deixar que a A LEBRE CEGA apalpe seu corpo todo. Se a LEBRE CEGA errar o nome da pessoa, continua a brincadeira. Quem for descoberto, é a nova LEBRE CEGA.

*adaptado do blog jogos e brincadeiras

A fábula

A Lebre e a Tartaruga é uma fábula atribuída a Esopo e recontada por Jean de La Fontaine.

Certo dia, a lebre que era muito convencida, desafiou a tartaruga para uma corrida, argumentando que ela era mais rápida e que a tartaruga nunca a venceria. A tartaruga começou a treinar enquanto a lebre esperava e não fazia nada. Chegou o dia da corrida. A lebre e a tartaruga colocaram-se nos seus lugares e, após o sinal, partiram. A tartaruga estava correndo o mais rápido que conseguia, mas rapidamente foi ultrapassada pela lebre, que percebendo já estar a uma longa distância da sua concorrente, deitou-se e dormiu. Enquanto a lebre dormia, não se dava conta que a tartaruga se ia aproximando mais rapidamente da linha de chegada. Quando acordou, a lebre, horrorizada, viu que a tartaruga estava muito perto de ganhar a corrida. Assim, a lebre começou a correr o mais depressa que pode, tentando, a todo o custo ultrapassar a tartaruga. Mas não conseguiu. Quem ganhou a corrida? Qual a moral da história?

É isso! Leia para seus pequenos. Ler é muito mais que um piscar d’olhos!
Quem vai ler pra mim?

Sue
Professora por escolha e paixão. Formada em Letras língua inglesa com mestrado em Linguistica.

Compartilhe!

Deixe uma resposta